Menu

Gestão de Marca: Empresas de valor no mercado mundial

Branding, Gestāo, Gestāo de marca

Gestão de Marca: Empresas de valor no mercado mundial

Gestão de Marca: Empresas de valor no mercado mundial

 

+ O caminho percorrido pelas marcas de valor

Por que algumas marcas se sobressaem tanto em vista de outras com produtos semelhantes e a mesma qualidade? Como uma marca pode ser mais lembrada do que outra sendo que pertencem ao mesmo segmento?  E por fim, o que todos querem saber é se existe uma formula para chegar e se estabelecer no topo, e qual é a a relação da Gestão de Marca com tudo isso.

Essa gestão é importantíssima no processo de ascensão da marca. Muitas empresas tem conseguido melhorar seu posicionamento com relação aos concorrentes através do branding, que contribui na percepção do consumidor com relação a marca de maneira positiva.

Fazer uma boa gestão de Marca pode auxiliar a melhorar o posicionamento no mercado

A forma como é criado o branding influencia na percepção do cliente com relação aos produtos ou serviços que são oferecidos, e, consequentemente, oferece uma visão de possíveis melhorias e investimentos a curto, médio ou longo prazo. Em resumo, o branding é a gestão de marca, que fará com que um produto se torne desejado, e seja de valor para quem compra.

Em sua definição mais simples, a marca é uma imagem formada na cabeça do consumidor sobre a sua empresa. É o que faz você se diferenciar do concorrente para quem compra o seu produto e pode ser modificada de acordo com as atitudes da marca.

+ A gestão de marca no processo de ascensão da Nike

O ilustre Phil Knight tem uma história e tanto sobre a concretização do que hoje é uma das maiores marcas no mercado mundial (18° mais valiosa); e esse sucesso se deu através da boa gestão e criatividade ao vender não apenas o produto, mas uma ideia.

Seu negócio foi baseado desde o princípio na obtenção de tênis para a prática esportiva a custos baixíssimos e posterior venda nos EUA a preços extremamente rentáveis.

Juntamente com seu sócio, Bill Bowerman, começou seu negócio com poucos pares de tênis sendo vendidos, mas os produtos de qualidade iam ganhando o coração dos consumidores.  Cada um era comprado pelo preço de US$ 3,33 e repassado a US$ 6,95. Inicialmente o investimento de US$ 500 acabou rendendo US$ 4000. Esse foi o início do sucesso da chamada Nike.

Dali em diante a marca cresceu, somando US$ 1 milhão até o ano de 1969.

Porém...

Um novo concorrente, a Rebook, surgiu conquistando espaço e disputando clientes. A Nike havia ganhado um oponente de peso no quesito qualidade x preço e, por isso, precisava se diferenciar de alguma outra forma.

Foi quando Phil Knight elaborou sua estratégia. Antes, a empresa que queria unicamente vender um produto, começou a vender uma ideia, foi um ato revolucionário no modo de conquistar o público. O propósito do #JustDoIt nasceu para empoderar os atletas que usam Nike e criar uma comunidade que prefiram os produtos da marca simplesmente pelo ideal que defende.

Praticar esportes com a Nike era sinônimo de melhorar o rendimento durante os exercícios, o que era diferente de usar qualquer outra marca, pois não seriam os mesmo resultados, essa era a ideia que queriam passar. Hoje parece algo perceptível, mas ninguém havia pensado na estratégia antes.

Michael Jordan comemora 30 anos do Clássico da Nike

Michael Jordan foi patrocinado pela marca nessa época, já que sempre obtia bons resultados nos jogos e era a estrela do time. Todos queriam ser Michael! O astro se tornou ainda mais famoso com os comerciais da empresa.

A Nike também teve a ideia de quebrar barreira entre patrocinador e patrocinados ao enviar dois amadores quenianos para as Olimpíadas de Inverno de Negano. Apesar de ter sido um fracasso já que ambos falharam na missão, a marca ganhou a empatia do público que torcia para eles. Aproximou-se e fidelizou seus novos clientes.

 

+ As maiores empresas do mercado mundial

Uma pesquisada realizada pela WPP e Millward Brown nomeou as 10 marcas mais valiosas mundialmente falando. É claro que já haviam apostas para o ranking. A Apple, muito conhecida, desejada e que possui uma gestão de marca de dar inveja em muitos empreendedores, se mantinha em 1° lugar, mas esse ano perdeu o posto para a empresa de softwares e serviço online, o Google. A empresa que lucra principalmente com o Adword é avaliada em 229,2 bilhões de dólares.

O fato da Apple descer para a segunda posição é explicada devido ao declínio de 8% no valor, enquanto o Google cresceu 32%. O resultado positivo mais surpreendente foi do Facebook: crescimento de 44%. Porém não foi suficiente para atingir a liderança.

A apple apresenta valor de 228,5 bilhões de dólares e a Microsoft, de Bill Gates, que fabrica softwares segue na cola ocupando o 3° lugar com valor de 121,8 bilhões dólares.

A marca de Steve Jobs revoluciona o mercado mundial

Essas empresas tem em comum a gestão de marcas, mas além disso todos investem em tecnologia. Diferente de outras empresas que não aparecem no Ranking, os fundadores venderam uma ideia, e não o produto em si. Como, por exemplo, a Apple, que não vende os Smartphones e sim o conceito de mudança no mundo, de quebrar o status quo, através do dispositivo que junta varias funções.

 

+ Mas afinal, existe um segredo para driblar a concorrência e ser líder de mercado?

Obviamente é o sonho de qualquer empreendedor se assemelhar a Phil Knight, principalmente quando ouvimos o relato dessa incrível história, e é claro que devemos nos espelhar. Porém, para ser dono da maior ou de uma das maiores empresas mundiais é preciso ser diferente e defender um propósito, acima de tudo.

 

O consultor de liderança e gestão, Simon Sinek, afirma que cada marca é escolhida por um consumidor baseando-se na identificação do público com o porquê determinado produto está sendo vendido, além do sentimento que a mesma transmite.

Aqui relembramos o exemplo da Nike, que usava a paixão pelo esporte para ter aproximação e adquirir clientes, eles queriam passar a ideia de que era possível mudar a formar de praticar exercício com atributos que só a marca deles poderiam oferecer.

Ao se identificar com isso era mais fácil conseguir trazer todos para seu lado, pois pensavam de forma semelhante.

Quer saber mais sobre  a gestão de marca e como aplicar no seu negócio? Então entre em contato conosco e te ajudaremos na sua campanha.

Ou então siga-nos em nossas redes sociais:

 

Agência de Branding e Marketing Digital em São Paulo – 35mm
Share

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

UA-65834577-1