Menu

Indicadores de desempenho organizacional: como criar?

Branding, Comunicaçāo, empreendedorismo, Gestāo, Gestāo de marca

Indicadores de desempenho organizacional: como criar?

Indicadores de desempenho organizacional: como criar?

 

 

Ao definir indicadores de desempenho organizacional, as métricas de vaidade (leia aqui sobre elas) precisam ser evitadas, pois geram perda de tempo, dinheiro e criatividade. Para se evitar o uso dessas métricas, podemos usar os 3 As. Aquilo que estamos a metrificar precisa ser acionável, acessível e auditável.

indicadores de desempenho organizacional 35mm agencia de marketing digital branding sao paulo

Vamos comentar a importância de cada uma dessas métricas aqui:

 

+ Indicadores de desempenho organizacional ACIONÁVEIS

Métricas acionáveis trazem causa e efeito de forma clara.

Métricas de vaidade não são claras e não geram informação “precisa” para a tomada de decisão. Por exemplo, o aumento na quantidade de acessos de um site, se analisado de forma isolada, não traz informação relevante, porém se esses dados puderem ser investigados como: de onde partiram esses acessos, quais páginas foram visitadas, o que de fato é contabilizado como acesso etc., teremos métricas mais precisas para fazer mudanças no produto ou projeto.

Métricas de vaidade, aquelas que inflam o nosso ego como o crescimento de acessos no site, causam um grande estrago e por isso devem ser evitadas, ao passo que as métricas acionáveis (como os exemplos citados acima), por serem mais especificas e gerarem informação precisa precisam nortear as startups e essas métricas é que precisam ser medidas durante a fase de produto mínimo viável – MVP.

 

+ Indicadores de desempenho organizacional ACESSÍVEIS

As métricas são acessíveis quando a informação é repassada de forma simples, direta, numa linguagem que todos os envolvidos entendam. Os relatórios precisam ser claros e entendíveis. A dica é utilizar unidades tangíveis concretas.

Em vez de gastar energia na tentativa de decifrar as informações de um relatório, os gestores e desenvolvedores devem gastar energia criando e reformulando as estratégias.

Um outro ponto importante da acessibilidade está na difusão das informações aos envolvidos. É preciso criar uma forma de que tais informações (feedback) cheguem o mais rápido possível a todos que estão trabalhando no desenvolvimento, seja através de e-mail, intranet ou outra forma de comunicação, além disso precisam ser fáceis de ler. Infográficos são uma boa forma de fazer isso.

 

+ Indicadores de desempenho organizacional AUDITÁVEIS

Quando falamos em algo auditável, estamos falando de dados confiáveis. E no caso das startups (empresas), dados confiáveis aos funcionários. O terceiro A é essencial e sempre que possível deve ser extraído direto dos dados mestres, da fonte, evitando assim que passem por atravessadores, que podem distorcer esses dados.

A premissa básica é entender que essas métricas são pessoas, clientes, ou seja, se for necessário, podem ser confrontadas no mundo real.

 

+ Indicadores de desempenho organizacional para a tomada de decisão

Finalizando, podemos dizer que os 3 As precisam trazer informações que conduzam à tomada de decisão, precisam ser objetivos, apontando as causas do problema (acionável), além disso devem estar disponíveis a todos os envolvidos e sua linguagem deve ser direta e clara (acessível). Por fim, sua veracidade não pode ser objeto de dúvidas, pois se por algum erro de coleta, ficar evidenciado falhas, o moral, disciplina e confiança da equipe ficarão muito abalados (auditável).

 

Gostou do nosso artigo? Compartilhe com sua rede:

Caso quiser mais informações a respeito do nosso trabalho de marketing empreendedor, entre em contato por aqui e venha tomar um café conosco.

Agência de Branding e Marketing Digital em São Paulo – 35mm
Share

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

UA-65834577-1